Pular navegação

Recomendações de usabilidade de Nielsen

Ajuda
A Árvore do Conhecimento funciona como um Wiki. Se você quiser acrescentar ou corrigir uma informação, utilize as abas superiores. É preciso estar logado para participar.
Conhecimentos que estou estudando
Conhecimento
Prestadores de Serviços
Nenhum ainda...
Nenhum ainda...
Site License
Creative Commons Attribution 3.0 Brazil
Creative Commons Attribution

Recomendações de usabilidade de Nielsen

Tradução livre de Recomendações de usabilidade apresentadas por Nielsen (1994)

NIELSEN, J. Ten Usability Heuristics. Disponível em: http://www.useit.com/papers/heuristic/heuristic_list.html. Acesso em: 10 set 2006.

Apresentação: Estes são os dez princípios gerais para o projeto de interfaces com usuários. São chamadas heurísticas porque estão mais na natureza da experiência do que guidelines específicas da usabilidade.

1. Visibilidade do status de sistema

O sistema deve sempre manter os usuários informados sobre o que está ocorrendo, com respostas apropriadas e dentro do tempo razoável.

2. Correspondência entre o sistema e o mundo real

O sistema deve falar a língua dos usuários, com as palavras, frases e conceitos familiares ao usuário, ao invés de termos orientados pelo sistema. Seguir convenções do mundo real faz com que a informação apareça em ordem natural e lógica.

3. Controle e liberdade do usuário

Os usuários freqüentemente escolhem funções do sistema pelo erro e precisam de uma saída fácil, ao invés de longas seqüências de ação, quando encontram um estado indesejado. Deve existir suporte de fazer (undo) e refazer (redo).

4. Coerência e padrões

Os usuários não devem ter que saber se palavras, situações, ou ações diferentes significam a mesma coisa. O sistema deve seguir as convenções da plataforma.

5. Prevenção de erro

Por melhor que seja a mensagem de erro, um cuidadoso projeto de interface é que impede a ocorrência dos problemas em primeiro lugar. Eliminar circunstâncias que sejam propícias aos erros, ou verificá-las e apresentar ao usuário uma opção de confirmação antes que incidam no erro.

6. Mais reconhecimento que recordação

Minimizar a carga da memória do usuário permitindo a visualização de objetos, ações, e opções. O usuário não deve ter que lembrar informações de uma parte do diálogo para outra. As instruções para o uso do sistema devem ser visíveis ou facilmente recuperáveis sempre que apropriado.

7. Flexibilidade e eficiência de uso

Aceleradores são despercebidos pelos usuários principiantes, mas freqüentemente aceleram a interação para o usuário mais experiente de tal forma que o sistema possa atender para ambos usuários. Permitir que os usuários customizem ações freqüentes.

8. Projeto estético e minimalista

Os diálogos não devem conter informações que sejam irrelevantes ou que sejam raramente necessárias. Cada unidade extra da informação em um diálogo compete com as unidades relevantes da informação e diminui sua visibilidade relativa.

9. Ajuda ao usuário, diagnóstico e recuperação dos erros

As mensagens de erro devem ser expressas de forma clara (sem códigos), indicar precisamente o problema, e sugerir construtivamente uma solução.

10. Ajuda e documentação

Pode ser necessário que o sistema forneça ajuda e documentação, apesar de ser melhor quando o sistema é usado sem documentação. A informação deve ser fácil de ser encontrada, focada nas tarefas do usuário. Devem ser listados passos concretos a serem seguidos, e não ser muito extenso.

Precisa de ajuda?

Conhecimento

A Árvore do Conhecimento é um espaço para compartilhar e aprender sobre Design. Funciona como um wiki, ou seja, um texto colaborativo. Qualquer pessoa pode:

  • Adicionar novos Conhecimentos
  • Anexe arquivos em páginas para compartilha-los com outros.
  • Adicionar comentários e revisões
  • Arquivar conhecimentos que estão desatualizados ou incorretos