Omitir navegación

Blog

Ayuda

Mapeamento do Ecossistema da Participação Social no Brasil

Mapear as pessoas envolvidas em iniciativas brasileiras que atuam no campo da participação social conectadas com os modelos mentais fomentados pela web, é um sonho acalentado há tempos e que, tendo recebido contribuições incríveis de colegas e parceiros, começa a se tornar realidade.

Essa iniciativa, que temos o prazer de dar início com o apoio recebido pelo  Instituto Cidade Democrática do Instituto Betty e Jacob Lafer, tem a ambição de identificar sinergias a partir das competências e valores culturais dessas pessoas e organizações, possibilitando conhecer este ecossistema e evidenciar possibilidades de ampliação da capacidade de incidência de suas ações políticas e investimentos públicos.

Sobre o Mapeamento

Publicação da ontologia no Repositório do e-VoG

Gente, 

Estou puxando a publicação da ontologia no repositório do projeto e-VoG (vocabulários e ontologias de governo eletrônico).

O repositório fica aqui http://vocab.e.gov.br/. A documentação ficará em http://vocab.e.gov.br/2013/12/ops.html e o OWL fica em http://vocab.e.gov.br/2013/12/cosp.owl

O repositório não tem nenhuma ferramenta por trás. É um conjunto de páginas HTML estáticas. Elas estão versionadas aqui http://dev.dados.gov.br/codigo/outros/repositorio-vocab/summary

Assim deixo o convite pra quem quiser contribuir escrevendo lá diretamente. Basta pedir que crio usuário de edição no repositório.

Algumas dúvidas que eu já levanto:

VCPS para Brasil e América do Sul?

Pergunto pois há espanhol em logos, nome do grupo.

Qual o âmbito internacional proposto p VCPS?

artigo sobre o vocabulário comum de participação social

[email protected] coralenses,

com base no que encontrei aqui na plataforma corais, escrevi um apanhado. Também achei por bem polir o OWL, completar as classes, propriedades e restrições com relação aa documentação que encontrei no blog. Também houve a expansão da ontologia com subclasses, algumas propriedades e restrições a mais, para exemplificar. Tangenciei o uso de ontologias fundamentais (ou de topo), mas deixei isso para um escrito em separado. Também citei a implementação em OWL da consulta pública, e também deixei para uma investida dedicada. Faltante, para publicação de fato (leia-se "passar por um crivo de especialistas, para aprendizado nosso também"), estão as figuras (diagramas) em ingles. Uma passada de revisões também é muito bem vinda.

Mapa mental consulta pública colaborativa online

Compartilho aqui um mapa mental produzido pelo colega Matheus, consultor do MJ na área de consultas públicas. Acho muito interessante pra gente pensar em conceitos que se relacionem com os conceitos da proposta de ontologia que criamos aqui.

Abaixo uma imagem do mapa e o arquivo em formato FreeMind.

Metodologia de trabalho comentada e publicada!

O QUE TEM AQUI

Introdução

  1. Metodologia
  2. Etapas do trabalho
  3. Considerações e próximos passos

Introdução

O objetivo deste relatório é apresentar uma síntese do processo de construção, em linguagem natural controlada, da iniciativa de articulação do vocabulário de participação social em andamento aqui.

A iniciativa teve por objetivo agrupar ativistas, pesquisadores, representantes públicos e sociedade civil para discutir aspectos relevantes tanto do ponto de vista conceitual, quanto do técnico, que pudessem apoiar na construção de um vocabulário de participação social.

Modelagem Conceitual Publicada! versão 0.1 em linguagem natural

Projeto Vocabulário Comum da Participação Social na América Latina

Descrição da versão beta 0.1 da Ontologia da Participação Social

Autores: Dalton Martins, Frederico Bortolato, Henrique Parra Parra Filho, Isis Lima Soares, Ricardo Augusto Poppi Martins e Rodrigo Bandeira de Luna

Apresentação

O mapeamento em linguagem natural controlada[1] de um domínio pode tanto facilitar a modelagem de sistemas de informação que serão desenvolvidos para apoiar a comunicação das pessoas envolvidas em um domínio, quanto criar um processo de reflexão dos conceitos e vocabulários utilizados, permitindo que um grupo de pessoas possa conscientemente refletir sobre as estruturas que utiliza.

Código em linguagem OWL versão 0.1

Código OWL:

Prefix(XMLSchema:=<http://www.w3.org/2001/XMLSchema#>)

Prefix(xml:=<http://www.w3.org/XML/1998/namespace>)

Prefix(owl:=<http://www.w3.org/2002/07/owl#>)

Prefix(rdfs:=<http://www.w3.org/2000/01/rdf-schema#>)

Prefix(Corais:=<http://lumii.lv/ontologies/Corais.owl#>)

Prefix(xsd:=<http://www.w3.org/2001/XMLSchema#>)

Prefix(owl2xml:=<http://www.w3.org/2006/12/owl2-xml#>)

Prefix(rdf:=<http://www.w3.org/1999/02/22-rdf-syntax-ns#>)

Prefix(owlFields:=<http://owlgred.lumii.lv/__plugins/fields/2011/1.0/owlgred#>)

Ontology(<http://lumii.lv/ontologies/Corais.owl>

Declaration(Class(<http://lumii.lv/ontologies/Corais.owl#Ator>))

Open Government Partnership (OGP) e nova fase do <VocabParticipa>

Boa tarde a [email protected]!

O objetivo dessa mensagem é propor alguns novos encaminhamentos para nossas discussões visando, sobretudo, focar um pouco mais o trabalho que temos desenvolvido por aqui nos últimos meses.

Analisando nosso trabalho e o que temos produzido em conjunto, sentimos a necessidade de focar mais o escopo do projeto em alguns aspectos de cunho prático, ou seja, escolhermos algumas linhas de aplicação do que temos produzido, até mesmo para sentir dificuldades e desafios que poderiam nos inspirar a prestar atenção em outros aspectos que ainda não apareceram em nossas discussões.

Ocorre que está acontecendo nesse momento uma interessante articulação a respeito da OGP.

#EncontroPresencial: Que metodologias e dinâmicas usar?

Pois é galera, vamos promover um encontro aqui na Secretaria-Gera, e provavelmente um outro em Brasília, mais aberto, com parceria de uma galera sensacional do B&D.

O ponto que quero levantar é o seguinte: Qual a melhor metodologia de discussão para esses encontros? Vejo que há pelo menos dois tipos de público, um direcionado a um público mais entrosado (que é caso dos meus colegas da Secretaria-Geral) e um mais aberto com público mais variado, que não se conhece entre si. Será que a metodologia muda dependendo do público?

Uma proposta possível é utilizar uma adaptação do "world café". Propor temas e dividir os presentes em cada um, promovendo rodadas de polinização.

Outras idéias?

¿Necesita ayuda?

Blog

El blog le permite a su equipo comunicarse por medio de publicaciones y discusiones en torno a preguntas. Es un gran lugar para compartir progresos, discutir cambios y explorar ideas.